RAZÃO PURA,PURA RAZÃO


Olho para ele
Com uma cruel
Curiosidade.
Não mais tenho
A insanidade
De outrora...
Olho para ele
E ele está tão fora
De meus planos.
Entre tantos desenganos,
Finalmente entendo
O quanto de culpa
Ele carrega...

Quantas vezes
Um louco pranto...
Quantas vezes
Ele me levando
Para estranhos encantos...

Olho-o com cuidado
E o desejo onde ele
Está: longe e em
Qualquer outro
Lugar...
Ele está ali, frio,
Quieto, calmo
E longe de mim.
Sinto-me mais,
Muito mais segura.
Penso mais,
Emociono-me menos.
Razão pura, pura razão...
Rasguei meu peito,
Tirei meu coração.

Deixei-o dentro
De uma gaveta
Trancada.
Às vezes, visito-o
Apenas para ter
Certeza de que
Ele ainda está lá.
Unicamente para
Não duvidar de que
Não irei mais amar.

Karla Bardanza



Comentários

Postagens mais visitadas na última semana