ALGO ME SEPARA DAS ESTRELAS


Algo me separa das estrelas.

Deve ser o meu coração!

Deve ser esse negócio estranho

que evito...

Fito o bom e o ruim

e não acho nem o princípio

nem o fim...

E não acho nada

dentro de mim...


Acordo dormindo.

A vida vem vindo

e me atropela.

Pela janela, movimento.

Gente que vai,gente que vem.

Vento esbarrando

em meus cabelos.

Brisa me abraçando...

E eu sem começo ou fim.

E eu me procurando

dentro de mim...


Algo me separa das estrelas...

Deve ser os meus olhos!

Não consigo vê-las...T

ento e tento...

Mas sinto apenas o vento.

Lento sentir...

É...o que fazer com esse abismo

dentro de mim?


Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana