ENQUANTO A NOITE TREME DENTRO DE MIM



Durma mais algumas horas,

Deitado em ponteiros cegos

Enquanto o vento torce as

Horas com graça e a noite

Treme dentro de mim.



O teatro não convida para

O próximo ato. Assisto

A fumaça, tragando da

Última fila. Não recomendo

Este espetáculo com atores

Desumanos e sonolentos.



Essa emoção da alvorada

Nunca me fez gozar.

O melhor prazer é saborear

O (uni)verso.



Des-canso.

Re-penso.

Estrelo outro céu.



Durmo mais feliz

Escrevendo

Um outro roteiro

No corpo.



Karla Bardanza

Comentários

MichelleM. disse…
Olá! obrigado por sua visita e por seguir é uma alegria recebe-lá.
Estou seguindo-te...

Um beijo!!!
Lua Nova disse…
Muito lindo, moça... que sensibilidade e que talento.
Gostei muito daqui e quero lhe dar as boas vindas no Chocolate. Que bom que vc me deu a oportunidade de conhecê-la e de degustar o que vc escreve com tanta beleza. (A imagem tem tudo a ver com a idéia do poema. Sensacional)
Que 2011 seja maravilhoso pra vc e que vc realize todos os sonhos que a façam mais feliz.
Beijokas.
Seguindo...
Porta-Sonhos disse…
Sobre as horas sonhar
Em ponteiros incertos,

Um belo poema

(em visita a teu espaço)

Bjo.
Paulo Tamburro disse…
OLÁ KARLA.

MUITA SENSIBILIDADE!

UM ÓTIMO 2011.

COMBINADO?

BEM, DEPOIS DO NATAL E ANTES QUE 2011 CHEGUE, ESTOU CONVIDANDO VOCÊ PARA UMA REFLEXÃO NO MEU BLOG DE HUMOR : “HUMOR EM TEXTO”

A NOVA CRÔNICA DE HUMOR DESTA SEMANA É : “TIRIRICA R$26.000,00. APOSENTADOS, R$ TITICA,00.”

VENHA CONFERIR E DEIXE SEU COMENTÁRIO.

O BLOG “ HUMOR EM TEXTO “ É DE HUMOR...E DE GRAÇA !

UM ABRAÇÃO CARIOCA.
Tenha um inicio de ano belíssimo e tudo de ótimo todos os dias, e venha ver como ficou meu carinho para voce, beijos !!!


http://ulissesreis.blogspot.com/2010/12/ensaio.html

Postagens mais visitadas na última semana