CARTA PARA GEORGE

 Nós iremos sair disso tudo
com as nossas almas intactas
enquanto a lua costura as estrelas
de cetim.
Temos ainda algum tempo
para sonharmos juntos
e ouvir as ondas quebrarem na praia.
O que o destino traz para aqueles
que se enfurecem?

Enquanto nos equilibramos entre os risos
e as lágrimas, procurando por alguma paz
entre os dois, a vida joga pedras
na gente
e tudo some por detrás das nuvens
e das galáxias.
Você está satisfeito com seus quadros, suas tintas
e guitarra.
Eu estou satisfeita com os meus poemas e as flores.
Nós dois somos iguaiszinhos
Em breve você estará indo para Austin
e eu vou ficar aqui novamente gritando
para ser ouvida:
meu ativismo político é a única bandeira
que respeito.

Nossos cachorrinhos pretos sempre nos mordem
e a gente solta nossos medos enquanto o tempo
nos escraviza.
Sim, meu mais amado:
fomos abençoados e amaldiçoados
e no entanto, continuamos a procurar
por algo que possa nos salvar.
Sim, meu mais amado:
somos os dançarinos das sombras.

Nós dois vivemos dentro de nossas mentes
e criamos histórias com finais felizes
mas, eu e você sabemos qual é o final
dessa história.
Eu também sei uma única resposta nesta minha vida.
"Quemteama?" Você pergunta.
George

O que vai acontecer comigo
quando você tiver ido embora?
Sim, meu amor,
não há sono para os maus.
Creio que vou ficar acordada para sempre.



Karla Bardanza





Esse poema foi escrito em inglês primeiro. Aqui ele no original:





A LETTER TO GEORGE

Both of us will come out of this

with our souls intact as the moon sews

the satin stars.

Both of us still have some time left

to dream together and listen to the waves

when they break upon the shore.

What shall fate bring to those

who rage on?


While we bounce between laugh and cry,

looking for some sort of peace between,

life throws stones at us

and all the answers disappear behind the clouds

and galaxies.

You are satisfied with your paints, brushes

and guitar.

I am satisfied with poems and flowers.

We are two of a kind.

You are heading back down to Austin

and I am still here, shouting again to be heard:

my activism is the only flag I respect.



Our black dogs always bite on us

and release our innermost fears

as time enslaves us.

Yes, my dearest one

we have been blessed and cursed

but we are still looking for something to save us

in the night.

Yes, my dearest one

we are shadow dancers.



We both live in our minds,

we both make up stories

with happy endings

but you and I know how this story ends.

I also know only one answer in this life of mine

'wholovesya?' You ask.

-George-



What shall become of me

when you're gone?

Yes, my love,

there is no sleep for the wicked.

I shall be awaken forever.







Karla Bardanza








Copyright © 2011 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana