SOU ARANHA, SOU SEREIA




Descontrole total,

você chegando,

teu olhar fatal...

Minhas pernas tremendo,

meu desejo gemendo...

Vontade gritando,

eu desaguando...

Te olho...Molho...

Você me faz sentir assim...

Já nem sei onde estou...

Eu na tua cama...

Chama tão quente...

Indecente boca...

Uau...fico louca...

Minha alma a voar...

Amor vamos variar?

Vontade doida de te beber...

Conversar o quê?

Quero você!

Subo pelas paredes,

insana sede...

Quero dar,doar,receber,

enlouquecer,amar...

Perfeita sintonia,

nossa noite é dia...

Sussurros no claro

e no escuro...

Prazer...eu e você!!!

Brincadeira boa

pelos lençóis...Nós...

Quem está em cima?

Quem está em baixo?

Tão bom...Relaxo...

Encaixo...Amor...

Maravilha isso

que me incendeia...

Amor sou aranha,

caia na minha teia...

Amor, me assanha...

sou sereia...


Karla Bardanza

Comentários

Anônimo disse…
Achei esse poema maravilhoso... descreve com clareza a fusão da paixão!! Lindo.

Postagens mais visitadas na última semana