CONTRADIÇÃO À MEIA-NOITE

Mauricio Fernández Gutiérrez




Não vou nem venho.
Sou um nada dentro de coisa nenhuma.
Sou quase um zero.
Sou quase uma.

Não sei e ninguém me sabe.
Sou um algo querendo ser um ex-tudo.
Espero bem pouco enquanto soco a vida 
com as minhas luvas de veludo

 Não entendo de grandes filosofias,
não tenho partido e nem amarras.
Estou condenada a ser livre
por detrás de meus muros e de vossas barras.



Karla Bardanza


 
 Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana