O TEU LUGAR


Raiz profunda agarrada
tão dentro de minha alma.
Raiz tímida esparramada
nos canteiros de meu coração.
Semente cálida de antiga paixão.
Pétala simples brotando em triste botão.

Seiva de minha vida
chorando dentro de mim.

Cheiro de poesia e jasmim...

Sentada à beira de minha sombra,
sinto um sagrado momento,
perdido no tempo,levado
pela voz do vento...
E sinto e não quero sentir
que você vive em eternidade
nas esquinas de meu infinito...

Cheiro de incenso, cheiro de alegria...

Só você foi delicada sinfonia de estrelas.
Luz acesa da tristeza em meus confins...
Só você trouxe doce melodia aos meus jardins...
E quando olho para trás, nada vejo mais.
O ontem é pólen e abandonado pó.
Estou sem minha alma, estou só.
Esigo...E não acho nenhum caminho
de volta para dentro de mim.

Silencioso amor,dor em nó.
Estou sem minha alma, estou só.
Cheiro de chuva chorando na janela.
Desenho desmanchando pela vidraça.
Nada passou, nada tem graça...
Grande vazio na noite sem fim.
Sinto repentinamente onde é o teu lugar...
E choro...É aqui onde não quero te achar.

Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana