UMA CAIXA DE BRINQUEDOS




Uma casinha encantada

à beira do céu,no meio do nada.

E lá brinco de faz-de-conta,de vida.

Sou criança,sou frágil margarida.


Um foguete perdido

entre as estrelas e a lua.

E nele eu brinco,

sou astronauta sonhador.

Sou puro devaneio,

sou uma flor.


Um ursinho dengoso,

sentado num cantinho.

E brinco com ele,

sou um gato, sou um animal.

Tenho apenas cinco anos

e o mundo é especial.


Uma boneca de olhos azuis.

Vestidinho florido,

sapatos de plástico e meias.

Brinco com ela.

Sou uma cantora, sou uma atriz

ou talvez uma sereia.


Viagem aos meus confins.

Uma caixa de brinquedos

guardada no porão.

Encontrei um pouco de mim,

temperei meu antigo coração.


De repente, magia inexplicável.

Sou eu de maria-chiquinha

correndo pela casa da vizinha.

Minha "nonna" me chamando...

Oh Deus!Acordei de novo!

Estava feliz sonhando...


Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana