DESPERTAR PEDRAS


Despertar pedras
Caladas, medrosas
Em sono desigual.
Acordar rochas
Inertes , fortes
E de braços cruzados.
Ensinar o além,
O impossível e o
Bem.
Transformar pedras
Em bocas, em mentes
Constantemente.
Tentar o absoluto
Para lapidar o ser.
Deslimitar para que
As pedras possam voar.

Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana