E SOMOS O AMOR...


E teus olhos fechados,
Sentindo, sentindo...
Sonhos em densa surpresa,
Breve beleza é o teu rosto,
É o teu prazer devorando o
Luar e as estrelas...
Uma constelação toda
Caindo em minha pele,
Em minhas mãos.

No chão,
Encontro de pêlos e poros,
Imploro e mais tenho
O que não posso
Ter, você em nua pele,
Em naves espaciais,
Em instantes desiguais...

Tua boca fora de ti,
Teu corpo a me sorrir
Em fantasia rasgada, em sofá.
Você a me sussurrar, a me guiar,
A me fazer em um mosaico,
Em um caledoscópio de
Cores, em plenitude,
Em mil diferentes flores.

E meus beijos fogem de mim,
São pétalas em teus rosto,
São jardins e brinquedos,
Teu segredo,nosso segredo
Tatuado em espelhos,
Em tardes e noites silenciosas
E escondidas, em camas atrevidas.

Sou margarida
A enfeitar teus cabelos, sou o
Que não posso ser e ainda assim,
Sou teu o prazer esculpido em marfim,
Eterno em teu corpo, belo.

Elo que nos une, desejo para além.
Te chamo e vens
E morremos em entregas sem fim
Quando estou tão dentro de ti,
Tão fora de mim.
E somos papoulas, sono
E fantasia...E somos a paixão
Em êxtase e o desejo
Em esplendor.
E somos apenas o amor...

Karla Bardanza



Comentários

Postagens mais visitadas na última semana