O JASMIM E O CORAÇÃO


O jasmim basta-se.
Contemplo e sinto
A trama da flor
Em perpétuo
Desabrochar.

Calado e distante,
Nada o detém.
Acorda poeticamente
E
Levanta-se sem
Pensar.

Sinto seu silêncio
Em meu olhar.
Sinto sua contínua
E intensa transformação.

O jasmim basta-se
Assim como basta-me
O coração.


Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana