IS THIS REAL?

Galáxias explodem,



Fragmentação,



Isso sobe pelas pernas,



Pelos céus,



Pelas mãos do infinito.



Tudo dói, tudo é metáfora.



De frente para o desejo,



O universo é apenas



O rito insaciável do prazer.



Vocêvocêvocêvocêvocêvocê







Navego em águas esplendidas



Quando pouso meus olhos



E suporto o peso essencial



Disso...quero muito, quero



Agora, quero tanto...







O anjo consome



O anjo me consome



E tudo é água



E tudo some







Eu não posso exercitar



A minha sórdida pequenez



E abrir



Tudo



Foz



Nós



De uma vez



Te engolir



Inteiro



M



A



S



T



I



G



A



N



D



O



Suavemente



Su-a-ve-men-te



Voraz olhar,



Afiada mente



Mente…mente…



(vou te comer)



E adoro essa (in)delicadeza



Tão cigana do meu corpo.



Esse desejo incriado,



Assustado,



Mas odeio esse mistério,



Odeio a fome, essa fome.



(vou te comer)







Vocêvocêvocêvocêvocê



Tua pele tão branca,



Tuas asas tão mansas:



Não posso com esse pedestal.



(logo eu!!!)



E isso é tão real...e isso é tão indomável...







Sou quase tudo que você disse:



Algo mais me assusta,



Algo mais nada custa.



Minhas asas tão negras,



São tão leves...



Que a tua luz seja breve



(isso é apenas o começo)







Que vontade de morrer



Com vocêvocêvocêvocêvocê



Só com você







E depois



Bem depois



A unidade do dois







E depois



Bem depois



A castidade do corpo,



Pulsão de vida...vida...



Tua língua, tua boca,



Tua pele, tuas palavras,



Tudo...tudo...



D



E



N



T



R



O







Is this real? Is this real?



Here…here…here…here…



Again…



Again…



Again…







Karla Bardanza






 










Comentários

Postagens mais visitadas na última semana