HÁ UM POEMA ESCONDIDO DENTRO DE MIM PARA VOCÊ


Há um poema

Escondido dentro

De mim. Como um

Mistério sentado no

Meu sofá, ele espera

Calado por redenção.



Há um poema

Escrito nas linhas

Acanhadas da minha

Agenda esquecida

Em cima da cama.

Olho-o com devoção,

Desejando fazer amor

Com todas as palavras

Que ainda deconheço

E que descansam no

Meu colchão.



Posso escutá-lo

Andar pelo meu corpo,

Acho que posso dançar

Com ele: passos sem

Ensaio.

A eterna coreografia

Da completude.



Sinto ele respirar

Dentro de mim.

Sinto seus olhos

Que nunca me viram,

Ler as minhas esquinas

E verdades assustadas.



Há um poema escondido

Na minha escuridão.

Uma revelação, um gosto

Na garganta, um prato

Diferente na janta.

Lambo os dedos enquanto

Penso nele.

Lambuzo-me de prazer.



Há um poema dentro

De mim, um poema

Com sabor de você.

E eu,

Não penso,

Não quero pensar.

E eu,

Vou pelos ares,

Explodo nua

Pelo luar.

Arranhando as costas

Dos planetas,

Sussurrando

Tão atrevida

Enquanto celebro

As pernas abertas

Da vida.



Karla Bardanza



Comentários

Postagens mais visitadas na última semana