CAÇANDO NUVENS

Quadro de Michael Cheval


Aquela mulher tão livre,
fluindo pelo céu,
pelos espaços ilimitados
do agora
é uma nuvem fugindo.

Ele veio preparado
para caçar o imutável,
para cair se for preciso.
Ele sabe das coisas
que ela sabe melhor ainda
quando excede o real
e veste a própria nudez.

Como aprisionar
a beleza?
Como guardar a
delicadeza 
sem machucar?

Aquela mulher não sabe
ser terra. Ela é o ar
devassando a vida,
hospedando a vontade,
ela é a água em pedaços.

Ele quer o que acha
que merece.
Ela não nasceu para
pertencer a ninguém
além de si mesma.

Como segurar
o mistério nas mãos?
Como possuir
o que foi destinado
a sumir?

Ele não entende
a água suspensa na atmosfera
e espera mais do que pode ter.
Ela ama o vento
nos cabelos e faz amor com a vida.
Ela é ubíqua e eterna.

Como esquecer
o inesquecível prazer?
Como ser menos
escravo do que não se possui?
Por que o amor
para amar tem que prender?




Karla Bardanza

Copyright © 2011 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana