VIVO AS ESTRELAS



Vivo as estrelas,

Sentimento de planetas,

Amo Mercúrio

Tão perto:

Esplendor aberto,

Viagem e verdade.



Saudade

(Minha lua tão calada)

Saudade

(Minha Vênus tão Virgem)

Caio

E me transformo

Em escorpião.

Meu veneno é tão doce

E insensato.

Meu desamparo abre as mãos,

(Indomesticável astrologia)

O desejo é cometa,

O desejo é Plutão.



A vida se cumpre,

Pulsas em mim,

Em sextis sem fim,

Numa sinastria perfeita

Com a minha poesia.



Vôo onde ninguém mais pode.

Acordo o teu marte,

Abraço o teu sol,

Tudo é encontro,

Tudo é perfeição.



Diante de meus olhos,

Revelação.



O amor e os extremos

Desenhados.

O amor é o limite ilimitado.

Livre e violenta,

Te sinto cada vez mais,

Cada vez mais.





Karla Bardanza















































































Comentários

Postagens mais visitadas na última semana