DÚVIDA QUASE EXISTENCIAL

 Quadro de Evegeniy Monahov






Não me sei
- talvez seja-
quando me busco
no impossível
e estou perdida
e engolida por mim em mim.

E quero
e ouso
acariciar o incompreensível
em coisas infatigáveis.

Não me sei
-nunca me soube-
mas o que lateja
em minhas pálpebras
e apenas a delicadeza urgente
de ser eu,
de ser gente leve
e cheias de êxtases
e travessuras.


Karla Bardanza








Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana