¨POEMA DIVIDIDO

Quadro de Gianni Bellini



dividiu-se
esperando a invisibilidade
do sol.

esqueceu-se
que os olhos vasados e cegos
tateavam o quebra-cabeças,
montando e desmontando enigmas.

as mãos...
as ternuras...
tudo ficou na boca
com mil línguas
até mesmo as palavras esperando
para fugir.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

dividiu-se
quando despia a insensatez,
e o mistério desesperado comeu 
as respostas e as perguntas
de uma única vez.



Karla Bardanza






Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados
Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana