UM AMOR EM MUITAS VIDAS





Amor, quantas vidas ainda teremos?



Em quantas nos encontraremos?



Sempre e sempre almas abraçadas...



Eternidade de beijos em madrugadas...






Estarei aqui para te proteger,



Para estender minha mão para você...



Estarei aqui para sempre te descobrir



Eternamente em luz dentro de mim...






Amor, quantas tempestades adiante?



Quantas vidas e você tão doce amante?



Tantas dúvidas em meu manso coração...



Tantos medos da fortuna, tanta aflição...



Que seja escrito o que tiver que ser






Prometo te acompanhar agora e voltar.



Teu amor sempre será o meu abrigo,



O meu caminho e o meu terno lar.



Seja o que for, escute-me, guarde-me



Como tua única e mais delicada flor...



A mais bela que em alegria germinou



Apenas para encontrar o teu misterioso amor...






Karl Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana