AMOR-PRÓPRIO


Amar a si mesmo é a base da construção do amor ao próximo.Apenas amando a si mesmo, reconhecendo o que temos de positivo, nossos defeitos e limites, poderemos amar o outro.O amor-próprio é necessário, nele está contido a nossa dignidade e sem dignidade,não há como sobreviver a situações-testes.Não podemos amar o outro a ponto de esquecermos de nós mesmos.Isto implica em perda de identidade e o verdadeiro amor, seja ele entre mãe e filho/a, homem e mulher ou de qualquer outro tipo não anula ao outro outrossim, deixa sobressair o que há de melhor nesta mistura de personalidades.Nesse sentido, ame-se,cuide de seu jardim interior, valorize o que há de bonito dentro de ti (fora todos podem perceber, dentro - apenas alguns),não permita jamais que o fato de amar seja um trapolim para uma perda, mas sim de crescimento conjunto e contínuo.Paz e Luz para ti.


Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana