POESIA CONCRETA


Fico sozinha com o universo
E o meu coração se entrega
Desmedidamente sem razão
A poesia concreta do teu olhar...

E eu que estou a te querer,
A me perder, a enlouquecer,
A incendiar, preciso tanto arder
No fogo de teus olhos de mar...

E ardo em solidão acompanhada,
Pela madrugada és melodia a me
Envolver...Entre os meus seios, tua
Boca a me afogar de tanto prazer...

E sonho e durmo e fico esperando
Que digas qualquer coisa para eu
Acordar por dentro...E assim vou
Perdendo minha filosofia para te
Encontrar em meus sentidos, em
Meus sussurros e em meus gemidos...

Fico sozinha com o universo e te faço
Versos e te escrevo em delírio, em
Paz e te quero sempre e sempre mais...
E te chamo poesia concreta, e te digo
Sem falar que se isso é o que chamam
De amor, quero para sempre te amar...

Karla Bardanza

Comentários

Regina Bomfim disse…
Seu blog é lindo!! sucesso!

Postagens mais visitadas na última semana