COM OS OLHOS NO CORAÇÃO




Pessoas não precisam apenas de pão.A grande maioria está faminta de amor e compreensão.Pessoas não precisam de aceitação, mas de respeito e calor humano.
Como é difícil largar mão de nossos pré-conceitos quando olhamos o que julgamos ser diferente?Nossa! Por que queremos que todos sejam modelos e estejam dentro de algum padrão?Por que não podemos olhar o outro sem ver que ele é gordo ou magro, homo ou hetero,feio ou bonito, rico ou pobre, baixo ou alto? Por que tais características são tão importantes para qualificar uma pessoa?Será que isso faz tanta diferença assim? Afinal de contas, somos todos iguais em nossas diferenças: sonhamos, amamos, sofremos, morremos.
Ó Deus, quantos muros ao redor e pessoas armadas apenas porque a/o outra/o não se encaixa em seus padrões e pensamentos.Isso chama-se discriminação, preconceito, ignorância.
Por que sempre procuramos mais defeitos no outro do que qualidades? Por que queremos tanto que nossos filhos sejam perfeitos, bonitos, inteligentes, fantásticos e nos esquecemos que são apenas seres humanos?Por quê?Por que precisamos tanto de aceitação?Por que não elogiamos tanto quanto devíamos? Por que aceitar um elogio nos encabula?Por que é tão doloroso saber que a nossa blusa é bonita ou que nosso cabelo está lindo?Na maioria das vezes, buscamos o elogio, mas quando o recebemos, enrubescemos. Que cultura é essa que não consegue respeitar as diferenças, compreender e usar um pouco mais o predicativo do sujeito positivamente?
Seria maravilhoso se os nossos corações tivessem olhos.Talvez assim poderíamos ver a/o outra/o bem melhor. O olhar seria menos abalado pela nossa mente tão preocupada com rótulos e conceitos.Quem sabe apenas assim poderíamos dar muito mais do que pão a quem necessita.Daríamos o nosso respeito e o nosso amor também.

Karla Bardanza

Comentários

Lonely Paul disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postagens mais visitadas na última semana