GOZO DA ALMA


Minha alma goza...
É rosa e delicadeza
Serenando
Em meu corpo.
Pétalas abertas
Para a eternidade,
Perene, perene...


Profana alma,
Indo além,
Tão além do bem
E do mal, existindo
Íntegra e parodoxal
Quando desejo o
Teu desejo e os meus
Lábios são apenas
Um beijo...


Morro em meu corpo,
Morro no teu corpo,
E minha alma goza
A rosa entre-aberta,
A palavra certa.


Saio de mim,
Perco-me de mim
Numa alegria louca
E desmedida
E sem culpa nenhuma
Gozo a vida...


Karla Bardanza

Comentários

Paula disse…
Lindo!
De uma sensibilidade à flor da pele!

Adorei!

Abraço

Postagens mais visitadas na última semana