DESENHANDO NO ESPELHO

Quando enxergo além de mim mesma,
Desenho no espelho as flores que brotam
Dentro do dentro de mim.Faço pinturas
Que a minha alma teoriza em céu e brisa.
Posso abrir minhas asas de mel e voar para
Onde o horizonte encontra os braços do mar.

Sinto que meu destino e eu estamos no palco
Da vida sem medo, nada e nada pode devorar
Meu coração bordado em tênue luz e silêncio.
Meu ponto de vista vai além do chão imediato.
Os contornos do meu eu dissolvem e posso me
Misturar com tudo e todos e posso abraçar a
Beleza que apenas os olhos do amor podem ver.

Quando enxergo além de mim mesma, entendo
O que significa sentir a transformação do ser.
Entendo que estamos aqui para sempre florescer

Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana