AGORA QUE O SOL FECHA OS OLHOS


Agora que o sol fecha os olhos
e a semente aguarda quieta dentro
do útero da Terra, abro os braços
para receber o outono em total
abandono e tranquilidade.

Deixe que o verão siga o seu
caminho e atravesse os Portões da
Morte.

Deixe que Ela descanse enquanto o
seu ventre cheio de luz e paz
espera e se prepara para o
inverno.

Há tanto silêncio:
ouço o Vento Norte
e o ciclo eterno da vida.
Estou aquecida.
O renascimento respira
no tempo.

Tudo morre para viver.
Tudo renasce
e renascerá:
eu, você e o momento
transmutado em sonho sagrado.

Meu coração está confortado:
o amanhã respira dentro
de mim em ramos de trigo,
calêndulas e crisântemos.
O amanhã chegou agora.


Karla Bardanza



Feliz Mabon!









Observe-me com a leveza de uma bolha de sabão... e ache minha beleza... Ela está ao meu redor...no meu calor...no meu estado permanente de flor.
 -Karla Bardanza-

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana