MANDALA


Fiz uma mandala de luz e encantamento
para pendurar nas paredes do tempo
e me lembrar que eu tenho um retrato
que foi tirado quando eu deixei de ser eu mesma
para ser algo bem maior do que eu.

Quando fixo o meu olhar naquela beleza,
compreendo o meu desconhecimento
de mim e fico concentrada nas curvas
daquele espaço sagrado, olhando para
dentro, protegida em minha mente.

Desapego-me.
A minha alma desperta.
Contemplo o templo que mora em minhas
entranhas, escuto a melodia incurável
do meu coração manso, descanso em flores.
Olho, apenas olho a magia da vida
com paz e delicadeza.


Karla Bardanza








Observe-me com a leveza de uma bolha de sabão... e ache minha beleza... Ela está ao meu redor...no meu calor...no meu estado permanente de flor.
 -Karla Bardanza-

Comentários

Helen De Rose disse…
Adoro mandalas, mana! Amei ver essa mandala e sentir o que ela me inspirou. Lindos versos. Bjo de carinho.

Postagens mais visitadas na última semana