O QUE NÃO PRECISAMOS DIZER

Quando você baixava o zíper da noite
e
via as estrelas
saindo devagar
das minhas esquinas
enluaradas,
nunca dizia nada
que nós dois já não soubéssemos.


Teus silêncios sempre falavam tanto.



Quando eu desabotoava as flores
da tua camisa
e
via pétalas tão macias na tua alma,
eu nunca dizia nada
que nós dois já não soubéssemos.


Meus silêncios sempre calavam os teus olhos.



Quando ficávamos com os nossos corações nus
e casávamos mais uma vez,
você sempre segurava a minha mão encostada
no teu peito
e ai
eu ouvia todas as palavras
que nunca precisastes me dizer.



Karla Bardanza






Copyright © 2011 Karla Bardanza Todos os direitos reservados

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana