LITURGIA

Quadro de Natalie Shau




Guardo milhares de metáforas
em meus cabelos.
Elas estão presas pelos fios tênues
do meu nada.
(sou sempre melhor quando esvazio-me de mim 
em minhas próprias liturgias)

Olho por cima dos ombros
e os sonhos falam uma língua que preciso decifrar.
Eles chamam o que não há mais no meio
dos meus olhos,
eles dançam na serpente que trago
no fim de mim.

Quando meus pensamentos esbarram na eternidade,
é sempre tarde para eu ser o que deveria.
Ponho as mãos no rosto
e sou apenas uma mulher.
(eis ai o mistério da fé)


Uma mulher como outra qualquer.


Karla Bardanza





Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana