MARÍTIMO

 Quadro de Sally Swatland



Para ver o mar
é preciso travar uma guerra
com a janela
e com o muro caindo aos pedaços.

E depois jogar os olhos
no além dor real,
nas ondas saltitando
entre um líquen e outro.

É bom também
ficar em silêncio,
sempre em silêncio
para ouvir o mar dissolvendo
a tarde num quadro impressionista.

Para ver o mar é preciso muito pouco:
apenas ser poeta ou artista.


Karla Bardanza






Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados
Photobucket
     

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana