EU E VOCÊ









Dentro do labirinto



Busca
Um caminho e voltas



Revolta



Perda






Dentro do labirinto



Um caminho



Para dentro de mim



Como chegar



Se nunca vim?






Um labirinto



Sem fim



Portas e saídas



E a minha vida?



Ferida a matar



Não vou encontrar



A entrada






Um labirinto



Uma estrada



Estou presa nisso



E não há nada



E não há luz






Nada que escrevo



Traduz
A perda



A dor



O grito preso



O desamor






Um caminho de ida



Um caminho sem volta



Uma porta fechada



Em mim escuridão



Em mim eterna madrugada






Torvelinho



Rede-moinho a me levar



E nunca morro



E nunca paras de me matar






Corro no labirinto



E sinto e sinto



E sofro e sofro



Sangue a escorrer



Vida sem viver






No labirinto



Eu e você.






Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana