NOITE NA ALMA




Ó noite caindo sobre mim,noite de eterna solidão,sem estrelas,sem luar,sem fim.Minhas lágrimas são gotas de medo escorrendo pela minha face em cruel segredo.Meu coração em total degredo,nada sente,nada vê.Um silêncio arrebenta as janelas do meu peito,atravessa telhados, e amordaçado é apenas caminho e consolação.Ó voraz noite sem dia a me despir, a me empurrar para o abismo de imensa escuridão,infinito morrer,minha vida na contra-mão.Ó noite de morta saudade escoando pelo meu corpo,pela minha alma.No espelho,meu rosto desfigurado,precipício e pranto a me visitar. Nada a dizer,nada a falar,salvo a certeza que faz-se noite em minha alma desde que deixei de te amar.Ó maldita constatação rasgando minhas entranhas,faca rasgando o coração cada dia mais e mais.Terrível verdade oculta em meu ser.Verdade silenciosa a mostrar-me que o perdão cansou de te perdoar,que o amor não consegue mais te amar.

Karla Bardanza


Comentários

Postagens mais visitadas na última semana