A SENHORA DO PRAZER





Em um tempo infinito

habito em escuridão.

Nas trevas, alguém me leva...

Sou encanto solitário,

sou o eterno pecado.

Alguém me chamou

ali daquele lado.


A vida me escolheu.

Se alguém já foi meu,

ainda não sei.Se amei

,foi puro desatino.

Meu destino está

nas nuvens,

num lume de estrelas,

nas esquinas do luar.

o instinto é minha arte,

sou uma boneca de amar.


Sou uma moça,uma cortesã...

Outra noite amanhã.

Sou uma bela gueisha,

não há queixa.

Sou tantas quanto posso ser.

Sou a senhora do prazer.

Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana