METAMORFOSE




Ela foi fechando o rosto
E foi fechando as mãos.
Ela foi fechando os punhos
E colocando os pés no chão.

Ela foi cortando os cabelos,
As asas e a delicadeza.
Ela foi esquecendo de tudo
Inclusive do que era beleza.

Ela foi criando malandragem
E tanta sutileza.
Ela foi perdendo a coragem
E ganhando só tristeza.

Ela foi se livrando
Até do olhar sereno.
Ela foi cuspindo
Tanto veneno.

Ela foi criando escamas
E aprendendo a deslizar
E a escapolir.
De repente parou de chorar
E também de sorrir.

Ela foi se (des)construindo.
Ela foi se metamorfoseando.
Ela foi morrendo.
Ela foi matando.

Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana