ANGÚSTIA


E no fim, há apenas...o que me faz temer e chorar.Uma porta fechada, um punhado de desacertos e o passado para lamentar.Há a solidão e a insônia rasgando o peito e as dúvidas assombrando pela madrugada.E no fim...sinto que não foi o que sonhei, o que meu coração idealizou.Olho o mar lá fora, escuro e calmo e percebo toda a escuridão na minha frente.Fico comigo mesma e ninguém nota as minhas profundezas turbulentas por detrás da calma aparente.Queria jogar meu coração em alguma correnteza, deixa-lo em definitivo ser levado para nunca mais sentir e temer...mas cada dia que passa, algo me corrói.Lentamente, sinto o pavor de estar à mercê do futuro e das surpresas que penso conhecer tão bem.E dentro de mim, sinto os inexoráveis passos da solidão se aproximando, sinto essa angústia diária, esse medo do que pode acontecer.

Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana