SEGREDO


Guardo a flor acanhada
entre os vãos escorregadios do prazer:
prendo-a naqueles delírios
que poucos conhecem.

Pétalas desmorrem com
ousadia tão macias engolindo
peles de veludo e tudo
cabe quando cabe tudo.

O mundo estilhaça e todos
os fragmentos são delicadezas
absolutas, são absurdas lutas
entre os espinhos e a rosa.

De olhos fechados,
a flor é apenas amplidão,
é o segredo noturno
e discreto do escorpião.




Karla Bardanza







Observe-me com a leveza de uma bolha de sabão... e ache minha beleza... Ela está ao meu redor...no meu calor...no meu estado permanente de flor.
-Karla Bardanza-

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana