MULHER INFINITA EM ESTRELAS


Teu olhar me atravessa calmo,
Guarda segredos bem dentro
De mim, abre lírios no meu peito
Rouba os meus beijos de carmim

Suspiro, faço bolinhas de sabão,
Danço em sabhat, ando numa
Louca contramão.Mergulho na
Vida, planto rosas e margaridas
Fico toda feliz e bem atrevida.

Viajo em teus espaços,em leitos
De rios, navego em correnteza
Pelos teus abraços, encontro as
Razões do amor caídas no chão.

Aos poucos lês minhas entrelinhas
E o meu doido coração, aos poucos
Saboreias minhas doces metáforas.
Teu olhar vai além do meu céu e bem,
É janela aberta a me revelar ao luar.

Ah Amor...teu olhar me multiplica
Em infinito, em suaves borboletas.
À beira de ti, sou uma violeta, sou
Uma mulher que acende as estrelas.

Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana