CORPOS EM SUBLIME POESIA


Hora sagrada tatuada na pele.
Desejo molhando corpos e beijos.
Corações disparados, mergulhando,
Atravessando, rompendo, indo além
Das fronteiras em ritmo acelerado.

Passaporte de ida sem volta,
Descoberta perfeita da vida num
Chamado costurado em espuma.
Plumas em toques de olhares e
Sinos.
Porto e pouso de luares e amor.

Infinito esplendor.
Jogo de parceria.
Corpos
Em
Sublime
Poesia.

Karla Bardanza






















Comentários

Postagens mais visitadas na última semana