RECONSTRUIR:TIJOLO POR TIJOLO


Reconstruir:

Tijolo por tijolo,

Cimento e mãos.

Fundações nos sonhos,

Planta traçada com resignação.



Reconstruir:

Alquimia e arquitetura,

Dias de sempre, horas deitadas.

O interior revestido com o luar,

Uma lareira para aquecer o coração,

Um jardim interior acordando a aurora.



Ergue-se novamente.

Dos escombros, todas as possibilidades.

Do vazio: um pouco de saudade.



Janelas abertas para o infinito.

Portas brancas, azulejos pintados

Com a delicadeza imorredoura

E escondida.



Reconstruir:

Uma vez mais

A vida.



Karla Bardanza















































Comentários

Postagens mais visitadas na última semana