QUANDO TE AMEI MAIS

Quando te amei mais,

Todos os desertos eram

Habitados, todos os enigmas

Estavam nas pontas de

Meus seios tão teus,

Tão encantados.



Quando te amei mais,

Achei que você era um deus.

Pendurava meu coração no

Teu pescoço para ouvi-lo

Bater melhor.



Quando te amei mais,

Você era menos só

Em tua vida cheia de limites

E mentiras.

E eu quase acreditei.



Quando te amei mais,

A sala era pequena demais,

A cama era pequena demais.

Não sei, acho que o mundo

Era branco, era azul,

Era paz.



Quando te amei mais,

Te amei como podia,

Como sabia amar.

Te amei até o esquecimento,

Até aprender a te desamar.



Quando te amei mais,

Eu estava à deriva,

Um pouco morta,

Um pouco viva

E te amei com nenhuma

Palavra na boca.

Nenhum alarde.



Quando te amei mais,

Nada era tarde.

Nada era cedo.

Nada era intenção.

Nada era medo.



Quando te amei mais,

Te dei todos os meus segredos,

Te joguei as minhas verdades.

Não pensei.

Não julguei.

Não enxerguei.



Quando te amei mais,

Você me amou também.

Bem ou mal, você amou.



Quando te amei mais,

O amor não cabia em mim.

Deve ser por isso que o amor

Não sobrou.



Quando te amei mais,

Me esqueci de mim.



Karla Bardanza





Comentários

Postagens mais visitadas na última semana