I WILL BE OKAY



O sistema me massacra sempre:

Cansaço, corpo e alma amarrotados,

Sonhos irritados, minha voz não sai da

Boca. Louca mulher descabelada, longe

Do céu, perto das palavras que se afundam

Em mim.



Vou dormir e fingir que durmo, vou viver

E fingir que me acostumo com a força bruta,

Com a luta, com todas as coisas desnobres

Que deixam mais pobres o meu coração.



Não desforro a cama, não janto mais,

Meu sangue corre devagar. Minha imunidade

Saiu para jantar e me esqueceu aqui. Amanhã

Vou acordar junto com a lua e seguir a rotina.

Não! Acho que é a rotina que me segue e me

Persegue com essa dor nos bolsos sem fundo.



Daqui a pouco vou mentir para

Mim mesma e vou me esforçar para acreditar

Que tudo vai ser diferente

Amanhã.











Karla Bardanza





Comentários

Postagens mais visitadas na última semana