POR DOIS SEGUNDOS



Tempo e espaço se misturam:
não há mais sombras nos vãos.
Algo sorri por detrás das árvores,
algo respira nas pétalas, nas folhas
que esperam o outono com certa timidez.
O que se desfez é uma gota dissolvendo
o agora.

Fui embora desse momento, desse estranho
momento cravejado de olhos cansados e
sonolentos.Seguro o tempo que descansa
na palma de minha de mão enquanto
algo contemplo com olhos cheios
de tudo e por dois segundos
eu sou todo o mundo.



Karla Bardanza









Observe-me com a leveza de uma bolha de sabão... e ache minha beleza... Ela está ao meu redor...no meu calor...no meu estado permanente de flor.
 -Karla Bardanza-

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana