ENTRE AS SOMBRAS E A LUZ


No meio das sombras,
tão perto da luz,
ouvi Krishna Das,
pensando tão pouco
nestas coisas reais,
nestas pequenas coisas
que me afastam da minha própria
divindade.

E enquanto as pessoas procuram
por nomes para chamar o que
pensam estar fora, sento
calmamente e ouço o
que está dentro de mim,
e tudo canta:
um mantra abre o céu,
alcança as estrelas,
e me leva com as mãos
cheias de flores,
com os olhos cheios de compaixão.

Lamento os que não querem
ver.
Lamento os que não querem
ouvir.
Lamento os que não querem
falar.
Penso nas lutas diárias,
nas pequenas guerras travadas
entre os que ainda precisam entender,
na Terra, nas palavras
que me fazem um pouco melhor,
um pouco mais gente,
e sinto, apenas sinto
que o amor ainda é a grande
mudança, a grande verdade,
o caminho único para encontrar
a si próprio
e ao outro.


Karla Bardanza







Copyright © 2011 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket



Mere Gurudev, charanon par, sumana shraddha, ke ar pita hai

Tere hee dena, hai jo hai.. Wahi tujha ko, samarapita hai

Na priti hai pratiti hai, na hi puja ki shakti hai

Meraa yaha man, meraa yaha tan, meraa kan kan samar-a-pi-ta hai

Tuma hee ho bhaava men mere, vicharon mein, pukaron mein.

Banaale yantra ab mujhko mere saravatra samarapita hai

Mere Gurudev, charanon par, sumana shraddha, ke ar pita hai



Meu Gurudev, receba estas flores de minha fé aos teus pés
Tudo que tenho,fostes tu que me destes,e eu te dedico tudo.
Não tenho amor,nem te conheço
Não tenho nem forças para te reverenciar,
Mas esta minha mente,este meu corpo,
Cada átomo meu é dedicado a ti.
És o único em meu coração e em meus pensamentos,
És o único a quem chamo,
Agora, faça-me teu instrumento...tudo que sou te ofereço.


Esta música também é conhecida como a Canção de Amor de Krishna

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana