LUA AZUL



Minha mente é vontade:
poder e luz nas mãos do universo.
Minha mente é um verso
acomodando-se nas entrelinhas
do céu quando estou toda
e sozinha dentro de círculos,
protegida pelos elementos,
pelo tempo fora do tempo.

Eu sou a magia
transbordando da estrela,
sou a lei que desconhece a gravidade,
sou a verdade por detrás
do que você não pode ainda ver:
eu sou você
entre os espaços que moram
dentro de um segundo.

Eu sou tudo que abarca
o agora do mundo,
a marca indelével
da Lua.
Eu sou Vênus nua,
Arádia e Hécate.

E quem tem olhos de ver,
que veja tudo agora
antes que a Lua Azul
vá embora por mais alguns anos,
antes que seja tarde demais
para as coisas escuras
que guardo calada
e que me tornam mais clara e leve.

Porque a vida é isso,
porque a vida é breve,
porque eu continuo
onde o som se propaga
e a imensidão alarga
o céu,
porque o meu véu
apenas você tem permissão
de tirar diante do norte,
diante do altar
neste enquanto
em que estou aqui
para segurar as tuas mãos
ainda minhas, que sempre foram minhas
apenas.


Karla Bardanza

 

 




Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana