QUASE CONHECIMENTO

Quadro de Ilze Preisa




Decifro tua imagem
buscando um conhecimento desonesto
do passado,
sendo uma turista do ontem.

Tudo está do lado imaginário
de mim e nem consigo
entender ou enxergar as tuas diferenças
quando eu não me sinto diferente
do que já fui e talvez
ainda seja.
( Que assim sempre seja )

Procuro uma coisa
e outra nas palavras
que pouco justificam
o que posso ler nas suas entrelinhas,
adivinhando o tempo errado,
errando porque
o teu mundo está fechado
para gatecrashers,
penetras
ou algo quase assim.

E o que eu vejo,
a minha alma não ouve.
(Queria ficar perto apenas)

___________________________________________

Mas faltam palavras
na tua boca.
Mas falta tudo
que passou
e ainda é.


Karla Bardanza

 Não adianta tentar reinventar o passado. O passado olha para você com os olhos cheios de dúvida e transitoriedade, querendo entender a verdadeira razão que te move e te deixa disposto a recuperar a mágica que se perdeu com os anos. É muito triste constatar que tudo mudou, menos você. Então, você pega o que sobrou, guarda com carinho no fundo de si mesmo e se sente um pouco mais sozinho e mais livre também porque pelo ao menos, você tentou.



Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana