O SILÊNCIO DOS AMANTES


O silêncio costura olhares,
Borda delicadeza em pele,
Em melodia.Apenas o pulsar
Dos corpos ainda tontos e
Perfumados.Apenas o sublime
Encontro de almas tão sagrado.

E o silêncio invade o cansaço,
A cama tão grande em frente
Aos beijos e a janela.Nada pode
Ser ouvido: nem o peito dele,
Nem a alma dela.

Mas as mãos espalmadas
Escrevem o silêncio dos amantes...
E por alguns instantes, o amor
Não precisa de palavras.

Karla Bardanza

Comentários

Delfim Peixoto disse…
Simplesmente... silêncio
Wanda Lúcia disse…
O silêncio em certas ocasiões é precioso e fala por nós!!!

Postagens mais visitadas na última semana