SOMBRIA DAMA


Belezas não sabidas guardo dentro de meu coração aceso,

de meus olhos de fogo.Talvez eu seja apenas uma sombria

dama perdida em um misterioso jogo, talvez eu seja uma rosa que

evapora tranquila entre a brisa e um poema.Longas frases guardam

minhas palavras, iluminam os meus desejos sem sol, triunfam e

me contemplam caladas enquanto eu choro as tristezas da lua, tão nua,

tão cedo, em segredo no meu pobre tabuleiro de emoções.

Nas noites de sombra, todos os oceanos são negros e meus e

tudo naufraga em mim até eu me me perder em meu

labirinto sem fim.


Karla Bardanza

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana