A LEI DO AMOR


Espero em ti
a coisa desejada,
um santuário cheio de sombras,
um som único e primordial
sagrado somente para mim.

Ajoelho-me diante do altar
onde consagrei todas as noites
que uivei o teu nome, mirando a
minha Mãe Lua, toda pura, toda bela.
Ajoelho-me diante de meu coração.

Contigo, a caminhada para além,
o bem que a alma busca calada,
o ideal sentido, o mudo sentimento
arrastado pelo vento, pelas mãos
da poesia.

Espero por ti de mãos vazias,
contando o silêncio, sentada em
meu Lótus de paz, olhando para
a delicadeza que me habita quando
penso em teus olhos, em tua pele tão
branca, em todas as distâncias que nos
separam, sem entender, sem esperança.

Que a vida abra o céu e que as luzes
naveguem calmas pelo rio escuro da
solidão e do amor.
O passado morre no esquecimento,
o momento aguarda o prazer
eterno do que há de ser.
Você é meu,
você sempre foi meu.
você sempre será meu.
Que assim seja
e se faça.


Karla Bardanza







Observe-me com a leveza de uma bolha de sabão... e ache minha beleza... Ela está ao meu redor...no meu calor...no meu estado permanente de flor.
 -Karla Bardanza-

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana