PARTO


Concebo a noite
olhando as estrelas
pela janela,
disfarçando a dor que
dilata o corpo
e a alma.

Com a boca cheia de luar e
os olhos desencantados,
sinto-a nascer
escura como eu.

E quando tudo está consumado,
tomo-a em meus braços
e cubro-a com a angústia
do meu peito em pedaços.







Karla Bardanza













Observe-me com a leveza de uma bolha de sabão... e ache minha beleza... Ela está ao meu redor...no meu calor...no meu estado permanente de flor.
 -Karla Bardanza-

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana