SABORES OU SABERES ARTIFICIAIS?

Quadro de Peter Oostzanen




Então é assim:
você não pode se comprometer:
é tão assustador!
(será isto o outro nome do amor?)
Você é de você.

Que elegante forma
de dizer o indizível,
de achar nada no
que já está ficando quase invisível.

Então é assim:
começamos pelo fim,
inventamos palavras,
viramos as mesas muito antes
de apreciarmos o show, a boa refeição
ou mesmo a vida.

Então que seja assim:
que cada um lamba
a sua ferida,
que cada um guarde
a confusão dentro,
que cada um ache o seu centro,
a sua pseudo paz.

Então que assim seja:
para provar pouco,
melhor nem provar mais.



Karla Bardanza






Copyright © 2011 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana