Ave Maria


Pendurou o coração em alguma árvore,
sem temer queimaduras,
protegendo a face do sol, 
procurando delícias nas mãos dos oceanos.

Cortou cabeças, despiu o fogo,
deixou que as pedras agissem.
Havia encantos nas rosas fatigadas,
nas coisas verdes e longas,
no que morria.

Aos poucos,
absolveu-se dos beijos abandonados,
do vento de duas cores,
das sombras quase fatais.

E irresistivelmente,
correu com os cordeiros
para perto dos pastores.

Karla Bardanza

Copyright © 2014 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana