VESTINDO A VERDADE

"O autor não faz mais nada do que vestir a verdade,que dentro de si se achava inteiramente nua"



-Mário Quintana-







Escreva a alma

Como se a alma

Ainda morasse

Nas tuas mãos.



Sinta as palavras,

Dome-as.

Controle-se

Para controlar

As metáforas.



Desenhe imagens

Nas entrelinhas.

Arranque os fios

Da tua mão para

Escrever o poema.



Não pense, não alargue

O tempo, nem as sílabas,

Nem os versos.

Toda a liberdade não

Pode ser contida.



Escreva como se ainda

Bebesses a vida,

Com se a vida te

Pertencesse.



E morra

Sem dizer

Que sabe o

Que é poesia.



Karla Bardanza




Comentários

Postagens mais visitadas na última semana